quinta-feira, 16 de abril de 2009

São uns anjinhos... (vigiados por poderosos anjos da guarda!)

Em um breve momento de distração da secretária do lar, a brincadeira de pique-esconde dos dois menininhos fofos, que tinha começado no quarto, chegou na sala de estar (a proibida!)...

E como não poderia deixar de ser o menorzinho dos fofos teve a brilhante idéia de se esconder debaixo da mesa de centro cujo o tampo era de vidro. Entenderam porque a sala é proibida?

Estando muito bem escondido debaixo daquele vidro translúcido, ele sentiu uma incontrolável vontade de experimentar a sensação de erguer com os pezinhos e as mãozinhas aquele lindo vidro... Foi então que o outro fofo chegou na sala e, ainda não se sabe como, foi capaz de ver o fujão debaixo da mesa, soltando um poderoso grito: "Achei!"
Diante de tanta euforia o anjinho debaixo da mesa soltou de uma só vez o vidro, que, estranhamente, se espatifou sobre ele e lançou lascas para todos os lados! (Pior é que o vidro não era temperado.)

O susto não se sabe de quem foi maior! Do antigido pelo vidro, do responsável pelo grito ou da secretária?

E o chororô começou... Muito mais pelo grande susto, pois como o anjo da guarda desses meninos é inversamente proporcional ao tamanho deles, o maiorzinho não foi atingido por uma única lasquinha, enquanto o menorzinho teve três cortinhos, bem 'inhos' mesmo, e bem superficiais: um na testa, um no joelho e outro no pé! Mas o choro foi 'ão' mesmo!

Passado o susto, no dia seguinte eu liguei para eles e o mais velho travou comigo esta conversa:

- Querido, eu fiquei sabendo que aconteceu um pequeno problema com a mesa da sala... É verdade?
- É! Ela queblô!
- Sério? Mas ela era de plástico, né?
- Não, de vidlo!
- Nossa! E alguém machucou?
- O meu irmão!
- Ele machucou muito?
- Não... Só um cotinho na calinha e um cotinho no joelinho!
- Mas ele chorou muito?
- Cholou, mas eu cholei também?
- É? Você chorou de susto?
- Foi! Eu cholei ‘despelelado’!

Tecla Sap:
* queblô = quebrou
* vidlo = vidro
* cotinho = cortinho
* calinha = carinha
* joelinho = joelhinho
* cholar = chorar
* E A MELHOR: despelelado = desesperado

9 comentários:

ameixa seca disse...

He he, estou farta de rir com essa conversa :) Demais!!!

Gina disse...

Que fofos! Criança é uma graça!
Bjs.

Anônimo disse...

Esses meus sobrinhos....são lindos demais!

Juliana disse...

Oi Flavinha!! Voltei!! Adorei sua visita e seus comentários!!! Já estou aqui de alta e me recuperando...

Menina, que susto!! Ainda bem que não aconteceu nada pior!! Eu amei o 'despelelado'!! Viu que consciência?! Só quem tem elevado grau de consciência, empatia e carinho se despelelar assim, frente à tragédia do irmão!! Eles são fofos mesmo!!

Bjokas saudosas! Ju.

Priscila L. Beneducci Afonso disse...

É mão de Deus mesmo... Eu tive uma mesa de vidro por 12 anos, por muitas vezes, coisas assim pareciam que iriam quebra-la. Me lembro de uma visita, primo pequeno que sentou não sei como no meio dela (era gorducão) bem no meio. Peguei ele suando que nem louca... Agora a mesa daqui é de granito. O perigo da mesa de vidro existe mesmo, no entanto ainda é a mesa mais limpa que já conheci para comer, porque o vaporzinho de tudo faz a gente limpa-la toda vez. Boa semana querida, da Pri(contagem)

Dri Viaro disse...

Oi, to passando pra conhecer seu blog, bjs otimo fds

aguardo sua visita :)

Cristiana Soares disse...

hahahahaha! "Eu cholei despelelado" é muito bom!

já pensou o mundo sem crianças? e seus anjinhos da guarda, é claro :)

Mel L. Ramos Bryar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lud disse...

Tadinhos, meu Deus! Mas é incrível como as crianças têm anjos da guarda mesmo, não é! Mas estou aqui "morrendo de rir" do diálogo! Que fofinho!